A Home With a View

 

 

Sitting in front of Faro and in front of Olhão (two major cities in the Algarve), the islands of Deserta and Culatra have been on the news since 2008 when José Sócrates – former Portuguese prime minister – signed the law that passed on to Polis Litoral Ria Formosa the management of those islands.

 

Polis and the islands inhabitants have been fighting in court for the right to demolish (or not to) the four small villages in the islands: the “Ilha de Faro” community, the Farol community, the Hangares community and Culatra’s community stand against a massive makeover plan sought out by Polis to give back the islands to nature – at least this is what Polis claims will happen once the Portuguese courts allow them to proceed as planned. Nonetheless, residents believe Polis has a hidden agenda; Culatra’s six miles of almost virgin beaches are tempting enough for luxury resorts to flourish all around the island and the inhabitants believe this is what will happen once Polis thrashes their houses.

 

A dramatic fight opposing David and Goliath for the right to live on the islands is unfolding in the Algarve.

 

Series with 46 photographs and text.

 

 

Localizadas em frente a Faro e Olhão (duas das principais cidades do Algarve), as ilhas da Deserta da Culatra têm sido no notícia desde 2008, quando José Sócrates - ex-primeiro-ministro Português - assinou a lei que passou para a Polis Litoral Ria Formosa a gestão destas ilhas.

 

A Polis e os habitantes das ilhas têm lutado em tribunal pelo direito de demolir ou não demolir as quatro pequenas aldeias erguidas nas ilhas: a comunidade da "Ilha de Faro", a comunidade do Farol, a comunidade de Hangares e a comunidade da Culatra, esta última tornada legal por decreto em 2016.

Está em curso um plano de reforma maciço liderado pela Polis para devolver as ilhas ao seu estado primitivo - pelo menos é o que esta afirma e será o que acontecerá logo que os tribunais portugueses que lhes permitam prosseguir como planeado. No entanto, os moradores acreditam que a Polis tem uma agenda oculta; os oito quilómetros de praias virgens da Culatra são suficientemente tentadores para que a especulação imobiliária de instale ou para construir resorts de luxo e os habitantes acreditam que será este o destino das ilhas barreira, logo que a Polis consiga demolir as suas casas. Na verdade, pouco ou nada se conhece do plano da Polis para este lugar paradisíaco.

 

Uma luta dramática que opõe David a Golias pelo direito de viver nas ilhas.

 

Série com 46 fotografias e texto.

 

Back to Series

 

© 2017 John Gallo - All rights reserved